maio 062014
 

O discípulo subia a montanha com seu mestre espiritual e no meio do caminho lembrou-se de fazer uma pergunta ao mestre:

– Mestre, por favor, me ajude a entender a meditação, eu não consigo me concentrar nela.

– O desafio é que você ainda encara a meditação como uma atividade a se fazer durante o dia. Meditação não é uma atividade, é uma forma de viver. Você deve estar em estado meditativo em todos os momentos durante o seu dia. Não importa a atividade que você estiver fazendo.

O mestre respondeu e continuou a andar.

– Não entendo mestre!

– Veja a sua respiração, você não consegue viver sem ela. Se você respira com atenção, profundidade e suavidade, você já está meditando! – Disse o Mestre.

O discípulo ainda com dificuldade para entender, perguntou:

– Mas é só respirar?

– Não exatamente. As pessoas geralmente respiram de forma automática, sem a menor consciência do processo. Nossa respiração é o que nos conecta com a fonte infinita de energia do universo. A respiração é a própria dádiva da vida e a principal forma de recarregar nossas reservas. Respirando de forma correta e intencionada nós somos saudáveis, felizes e harmonizados com o cosmos.

Texto: Joaquim Mutim

Foto: Monte Roraima por Adalberto Jose Perez Lopez

 Deixe um comentário

Você pode usar estas tags e atributosHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)

2016 www.joaquimmutim.com Todos os direitos reservados.